Geotecnia Ambiental

Desenvolvimento de pesquisas laboratoriais e de campo envolvendo os seguintes temas: transporte de poluentes; propriedades geotécnicas x alterações químicas do meio; comportamento geotécnico de aterro sanitário e de liners; recuperação de áreas degradadas (erosão e contaminação); áreas degradadas por resíduos de mineração; materiais reativos orgânicos e inorgânicos empregados na retenção de poluentes. Desde 2008, vêm sendo desenvolvidos projetos de recuperação de áreas degradadas (por erosão e contaminação, principalmente) e recarga de aquíferos, assim como em temas relacionados a mudanças geomorfológicas globais. Foram realizados estudos em bacias hidrográficas de grande porte como a bacia do Paraná, bacia do rio Ribeira de Iguape, bacia do Alto Rio Grande, bacia do rio da Prata no Brasil e Argentina, além de bacias menores na Espanha e em áreas remotas da Cordilheira dos Andes, na Argentina. Atualmente, estão sendo realizados estudos na bacia do rio Ribeira de Iguape, na bacia do Alto Rio Grande e na bacia do rio Mogi Guaçu. Desde 2010, estão sendo realizadas pesquisas visando à avaliação de áreas degradadas por atividades de mineração, bem como propostas de recuperação destas áreas. No ano de 2016, foram iniciadas pesquisas com materiais reativos orgânicos (turfa e composto orgânico) na adsorção de metais potencialmente tóxicos provenientes da disposição inadequada de resíduos de mineração (com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP), sendo essas pesquisas de caráter inédito e inovador. Recentemente, iniciaram-se pesquisas com o biocarvão, visando seu emprego como material reativo orgânico em liners e barreiras reativas, que também é inovador na área de Geotecnia Ambiental, pois o biocarvão é muito utilizado na área de agronomia para a melhoria de solos. Os biocarvões que estão sendo empregados nas pesquisas são os derivados da fração orgânica de resíduos sólidos municipais e de resíduos de poda, o que reforça o caráter inédito e inovador das pesquisas que estão sendo realizadas no Programa de Geotecnia. A busca de alternativas para o uso da fração orgânica dos resíduos sólidos municipais e do resíduo de poda é de extrema importância, uma vez que tem por objetivo a diminuição dos mesmos conforme o Plano Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS (2010) (projeto dentro do tema de sustentabilidade). As pesquisas realizadas com os resíduos de poda e com a fração orgânica dos resíduos sólidos estão enquadrados na Área Prioritária - MCTIC IV - Desenvolvimento sustentável. As pesquisas desenvolvidas nesta linha, em sua grande maioria, são realizadas em parceria com pesquisadores de instituições estrangeiras.

 

Docentes:

 

Profa. Assoc. Valéria Guimarães Silvestre Rodrigues (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

 

Prof. Tit. Lázaro Valentin Zuquette ( Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.)

 

Prof. Tit. Heraldo Luiz Giacheti

 

Dr. Carlos Manoel Pedro Vaz

 

Prof. Tit. Osni José Pejon